<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d17194197\x26blogName\x3dAg%C3%AAncia+UFG+de+Not%C3%ADcias\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://facomb.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://facomb.blogspot.com/\x26vt\x3d-1697762387792962349', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Agência UFG de Notícias

A Agência UFG de Notícias é um orgão laboratorial do curso de Jornalismo da Universidade Federal de Goiás. Os alunos responsáveis pelos textos aqui publicados estão cursando o 2º período de Jornalismo. As coordenadoras da Agência são as professoras Rakell Aguiar e Silvana Coleta.

Informações


Últimas Notícias


Blogs


Sites


quinta-feira, outubro 06, 2005


Alunos continuarão sem acesso à Biblioteca da UFG

Lílian Fernandes - Agência UFG de Notícias

A diretora da Biblioteca Central da Universidade Federal de Goiás, Valéria Maria Soledade de Almeida, afirmou que nada pode ser feito para atender a demanda de alunos que precisam ter acesso ao acervo da biblioteca, mesmo que seja para elaboração de monografias.

Valéria explicou que abrir precedentes para esses alunos seria ir contra a decisão coletiva do Sindicato dos Trabalhadores (SINT-UFG), que deflagrou greve no dia 17 de agosto. A diretora disse que agir contra a decisão dos servidores técnico-administrativos e abrir exceção para os casos mais urgentes significaria ter de disponibilizar o acervo da biblioteca para toda a comunidade acadêmica, pois “a biblioteca é um lugar democrático. Se abríssemos exceção para um, teríamos de abrir para todos e isso não é possível”.

Na assembléia do último dia 30, os servidores técnico-administrativos decidiram pela continuidade da paralisação por tempo indeterminado. Diante da decisão, a diretora descartou a elaboração de qualquer alternativa para beneficiar os alunos que têm urgência de obter empréstimos ou qualquer outro serviço da biblioteca, pois, segundo Valéria, qualquer medida seria uma forma de “furar” a greve.

Agência UFG de Notícias atualizada às 10:29:00 AM

0 comentando aqui


0 comentários

Postar um comentário

Início


Leiaute da Helen Fernanda.