<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d17194197\x26blogName\x3dAg%C3%AAncia+UFG+de+Not%C3%ADcias\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://facomb.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://facomb.blogspot.com/\x26vt\x3d-1697762387792962349', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Agência UFG de Notícias

A Agência UFG de Notícias é um orgão laboratorial do curso de Jornalismo da Universidade Federal de Goiás. Os alunos responsáveis pelos textos aqui publicados estão cursando o 2º período de Jornalismo. As coordenadoras da Agência são as professoras Rakell Aguiar e Silvana Coleta.

Informações


Últimas Notícias


Blogs


Sites


quinta-feira, outubro 06, 2005


Governo Federal retira proposta encaminhada aos servidores e permanece a greve na UFG

Paulo Henrique - Agência UFG de Notícias

O Coordenador do Comando local de greve do Sindicato dos Servidores Técnicos - administrativos da Universidade Federal de Goiás (SINT-UFG) , João Pires Junior, afirmou que apesar do indicativo de greve dos servidores da UFG ter sido suspenso, a greve está mantida. Segundo ele, a maioria das 41 entidades públicas optaram pela continuidade da parasilação, por não entender que havia consistência na proposta apresentada pelo governo federal. Em resposta, o Ministério da Educação e Cultura (MEC) retirou a proposta encaminhada, encerrando as negociações.

João Pires explicou que mesmo tendo encerrado o prazo para fazer as emendas na Lei Orçamentária do próximo ano, ainda há possibilidades de apresentar emendas via-parlamentar. De acordo com ele, o SINT-UFG tem encontrado apoio na Câmara Municipal de Goiânia, Assembléia Legislativa, mas principalmente dos deputados federais Rubens Otoni, Neide Aparecida e Raquel Teixeira.

Para o coordenador, a avaliação da paralisação para o Comando local de greve é bastante positiva. João Pires, servidor há 24 anos, afirmou que a coesão entre os servidores do SINT-UFG é muito grande. As assembléias têm grande participação dos servidores e os posicionamentos estão sendo unificados, concluiu.

De acordo com João Pires, a manutenção das atividades dos docentes criam dificuldades para a greve dos servidores, porém, não a invibialisa. O sindicalista afirmou que o SINT-UFG respeita a decisão dos professores e compreende que o movimento dos docentes é justo. Ele lembrou ainda, que tem sido freqüente as atividades dos professores no sentido de pressionar o governo, para atender suas reivindicações.

Sobre as perspectivas para as próximas negociações, João Pires afirmou que o Comando local de greve aguarda uma reunião com o MEC para dar um desfecho para o movimento que completou 50 dias. Enquanto isso, a greve está mantida.

Agência UFG de Notícias atualizada às 9:03:00 AM

0 comentando aqui


0 comentários

Postar um comentário

Início


Leiaute da Helen Fernanda.