<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d17194197\x26blogName\x3dAg%C3%AAncia+UFG+de+Not%C3%ADcias\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://facomb.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://facomb.blogspot.com/\x26vt\x3d-1697762387792962349', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Agência UFG de Notícias

A Agência UFG de Notícias é um orgão laboratorial do curso de Jornalismo da Universidade Federal de Goiás. Os alunos responsáveis pelos textos aqui publicados estão cursando o 2º período de Jornalismo. As coordenadoras da Agência são as professoras Rakell Aguiar e Silvana Coleta.

Informações


Últimas Notícias


Blogs


Sites


sexta-feira, outubro 07, 2005


Para palestrante, professor não precisa necessariamente ser um bom pesquisador

Felipe Cândido – Agência UFG de Notícias

As palestras no Instituto de Ciência e Biologia I (ICB1), teve continuidade na quinta-feira, 7. O palestrante foi o professor da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Eduardo Terrazan, com o tema: "O sentido político e pedagógico da pesquisa na formação de professores.

Terrazan analisou os aspectos da situação dos cursos de licenciatura antes do ano de 1996. Para ele, os cursos eram de curta-qualidade duvidosa e havia indefinições nos cursos de Pedagogia. Após 96, houve maior participação na definição das políticas públicas, maior flexibilização dos cursos e parâmetros e diretrizes curriculares mais suscetíveis.

Eduardo acredita que um aluno no começo do curso não pesquisa a fundo as matérias a ele ministradas, mas somente pesquisa uma introdução das disciplinas. “Só depois de um tempo de convivência com a faculdade que o estudante passa a desfrutar a instituição com mais objetividade”, acredita.

Terrazan afirmou que um bom professor não precisa ser necessariamente um bom pesquisador, o que causou uma discussão por parte dos ouvintes. No entanto, o palestrante comprova sua afirmação dando como exemplo o seu dia-a-dia, explicando que um professor de física não precisa pesquisar a fundo a matéria a ele encarregada, mas explicar de maneira que fique mais fácil o entendimento.

Agência UFG de Notícias atualizada às 1:54:00 PM

0 comentando aqui


0 comentários

Postar um comentário

Início


Leiaute da Helen Fernanda.