<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d17194197\x26blogName\x3dAg%C3%AAncia+UFG+de+Not%C3%ADcias\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://facomb.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://facomb.blogspot.com/\x26vt\x3d-1697762387792962349', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Agência UFG de Notícias

A Agência UFG de Notícias é um orgão laboratorial do curso de Jornalismo da Universidade Federal de Goiás. Os alunos responsáveis pelos textos aqui publicados estão cursando o 2º período de Jornalismo. As coordenadoras da Agência são as professoras Rakell Aguiar e Silvana Coleta.

Informações


Últimas Notícias


Blogs


Sites


quinta-feira, novembro 03, 2005


Focos de aftosa já afetam exportações de carnes

Lorena Carvalho - Agência UFG de Notícias

O ressurgimento da febre aftosa no país já afeta as exportações de carne bovina, suína e de frango do Brasil. Os dados da balança comercial da terceira semana, divulgados ontem pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, mostram queda em comparação com a primeira semana do mês de outubro, quando o país ainda não havia comunicado a descoberta da doença no Mato Grosso do Sul. A média diária de vendas da categoria caiu de US$ 10 milhões na primeira semana (que começou com o anúncio do foco). Sem dúvida que os impactos já começaram. Todos os bois abatidos depois do dia 30 de setembro estão com os embarques proibidos, o que levou vários frigoríficos a darem férias coletivas de 30 dias aos seus funcionários.

Pelos cálculos dos professores da Escola de Veterinária da UFG, os embargos provocarão prejuízos mensais na balança comercial. Apesar do principal foco da febre estar no Mato Grosso do Sul, Goiás também sofrerá com os embargos, uma vez que o Estado é grande exportador de carne bovina. E como o resultado do boicote, a venda de produtos básicos ao exterior, como a soja, também será prejudicada.

O Ministério da Agricultura já tomou diversas medidas para prevenir que a doença se espalhe para mais locais do território nacional. Entidades nacionais como a Empresa Brasileira de Pesquisa em Agropecuária (Embrapa) e Faculdades Federais de Veterinária e Agronomia intensificaram pesquisas para combater a doença e esta é o principal assunto dos acadêmicos. Os professores acham extremamente necessário o envolvimento dos alunos com o assunto, já que a economia brasileira está ligada com a exportação de carne.

Agência UFG de Notícias atualizada às 9:16:00 AM

0 comentando aqui


0 comentários

Postar um comentário

Início


Leiaute da Helen Fernanda.