<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d17194197\x26blogName\x3dAg%C3%AAncia+UFG+de+Not%C3%ADcias\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://facomb.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://facomb.blogspot.com/\x26vt\x3d-1697762387792962349', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Agência UFG de Notícias

A Agência UFG de Notícias é um orgão laboratorial do curso de Jornalismo da Universidade Federal de Goiás. Os alunos responsáveis pelos textos aqui publicados estão cursando o 2º período de Jornalismo. As coordenadoras da Agência são as professoras Rakell Aguiar e Silvana Coleta.

Informações


Últimas Notícias


Arquivos


Blogs


Sites


quarta-feira, outubro 05, 2005


Mesa redonda discute nanotecnologia e nanociência na UFG

Taysa Lara – Agência UFG de Notícias


Foi realizada, no dia 4 de outubro, no auditório do Instituto de Química da Universidade Federal de Goiás (UFG), uma mesa redonda sobre nanotecnologia e nanociência, como parte da programação do II Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão (Conpeex) promovido pela universidade. A discussão teve como objetivo expor a importância da pesquisa e desenvolvimento desse ramo científico no mundo e contou com a participação dos professores Andris Bakuzis, do Instituto de Física da UFG, Emilia Lima, do Instituto de Química da UFG, e da professora Zulmira Lacava, do Instituto de Biologia da UNB.

Os palestrantes expuseram a importância da nanotecnologia e nanociência, ramos da ciência baseados no estudo e desenvolvimento de aplicações para as nanopartículas, ou seja, partículas muito pequenas que só podem ser vistas com a ajuda de microscópios muito potentes. As pesquisas nesta área têm recebido investimento maciço dos países europeus, Estados Unidos e Japão, que se justificam com uma estimativa de que, no ano de 2015, a indústria de nanotecnologia movimentará cerca de US$ 1 trilhão no mundo.


Projetos e Aplicações
Um dos principais objetivos da mesa redonda foi expor os projetos ligados à nanotecnologia que estão sendo desenvolvidos pela Universidade Federal de Goiás. Um deles, promovido pelo Instituto de Química, pesquisa o uso das nanopartículas como uma espécie de “veículo” por meio do qual poderia se atingir qualquer órgão doente dentro do corpo humano. Dessa forma, elas poderiam carregar consigo remédios que seriam lançados apenas na região afetada. Esse procedimento beneficiaria, por exemplo, os doentes de câncer que sofrem com os efeitos provocados pela quimioterapia, um processo de medicação que atinge todo o organismo do doente, e não somente o órgão afetado.

Foi destacado também, durante as exposições dos palestrantes, as inúmeras potencialidades das nanopartículas. Dentre elas, destacam-se a possibilidade de serem utilizadas para a obtenção de exames laboratoriais mais rápidos e eficientes e até para a separação de petróleo e água, em eventuais acidentes em que haja derrame de petróleo em lagos, rios ou mares.

Agência UFG de Notícias atualizada às 11:52:00 AM

0 comentando aqui



Conpeex traz IV Encontro dos Contadores de Histórias de Gwaya

Pedro Rafael – Agência UFG de Notícias


O II Congresso de Pesquisa e Extensão (Conpeex), realizado pela Universidade Federal de Goiás (UFG), traz esse ano o IV Encontro dos Contadores de Histórias do Grupo Gwaya. O grupo compõe um projeto de extensão da universidade e oferece cursos semestrais na arte de contar estórias voltadas para as lendas regionais, contos folclóricos e cultura popular. O encontro no Conpeex desse ano vai ser realizado na tenda armada próximo ao Instituto de Ciências Biológicas II (ICB II), no Campus Samambaia, nos dias 6 e 7 de outubro. Na ocasião, toda a comunidade pode comparecer e prestigiar as apresentações.

A programação do dia 6, quinta-feira, prevê a partir das oito horas da manhã, a apresentação do espetáculo “Eros uma vez”, que conta histórias do amor nas suas diversas faces. Segundo a professora Edivânia Brás Rodrigues, coordenadora do Grupo Gwaya e realizadora do evento, “é uma divertida forma de mostrar as diferentes maneiras de amar, o amor bandido, o amor selvagem”. Em seguida, terá a palestra da professora Ãngela Barcellos, da Escola de Música e Artes Cênicas (EMAC) da UFG.

No período da tarde, será formada uma mesa redonda com a participação do escritor gaúcho Celso Sisto e da também escritora Benita Pinheiro, do Rio de Janeiro. Os dois fazem parte do Grupo Morundubetá, que na linguagem indígena significa “Baú de estórias”. O encerramento da programação do dia 6 trará um outro espetáculo, o “Noite sem lua, bruxa na rua”, com histórias pitorescas de terror e fantasias assustadoras do folclore regional. Já no dia 7, sexta-feira, haverá uma maratona de contar histórias. Serão em torno de dez horas seguidas contando histórias com a participação de todo o Grupo Gwaya.

Formação cultural

O grupo Gwaya, além de integrar um projeto de extensão da UFG, também ajuda na formação cultural de seus membros e da comunidade, por meio de apresentações e espetáculos. O grupo se reúne semanalmente às terças-feiras, no Espaço Cultural da UFG, das 19 às 21 horas.

A coordenadora do Gwaya, Edivânia Brás Rodrigues, ressaltou ainda que a proposta do grupo “é o incentivo a leitura por meio da arte cênica de contar histórias. O nome Gwaya vem do tupi-guarani e significa "pessoas iguais que pisam o mesmo chão e lutam pelo mesmo idea". Para maiores informações, a coordenadora informou também, que se coloca à disposição de toda a comunidade nos telefones (62) 521-1023/1028.

Agência UFG de Notícias atualizada às 11:44:00 AM

0 comentando aqui


Leiaute da Helen Fernanda.