<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d17194197\x26blogName\x3dAg%C3%AAncia+UFG+de+Not%C3%ADcias\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://facomb.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://facomb.blogspot.com/\x26vt\x3d-1697762387792962349', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
Agência UFG de Notícias

A Agência UFG de Notícias é um orgão laboratorial do curso de Jornalismo da Universidade Federal de Goiás. Os alunos responsáveis pelos textos aqui publicados estão cursando o 2º período de Jornalismo. As coordenadoras da Agência são as professoras Rakell Aguiar e Silvana Coleta.

Informações


Últimas Notícias


Arquivos


Blogs


Sites


quinta-feira, outubro 06, 2005


Seminário discute 15 anos da reunificação alemã
Lorena Carvalho - Agência UFG de Notícias
A Coordenadoria de Assuntos Internacionais (CAI) da UFG em um convênio com a Associação de Ex-Bolsistas da Alemanha de Goiás (AEBA-GO), a Embaixada da Alemanha, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e a Secretaria de Ciência e Tecnologia (SECTEC) realizam nos dias 06 e 07 de outubro o Seminário “15 Anos da Reunificação Alemã: Impactos e Perspectivas”.

Este seminário irá discutir a política da Alemanha re-unificada com o passado da República Democrática da Alemanha e de como os alemães processam e constroem sua memória de experiência do passado, fazendo uma retrospectiva dos 15 anos da re-unificação da Alemanha.

No dia 06 o conferencista será o Doutor Rainer Eckert da Universidade de Leipzig / Alemanha. No dia 07 estará presente o professor doutor Klaus Schubert da Universidade Católica de Eichstät / Alemanha.

Segundo a coordenação da CAI, às 15h do dia 06/10 acontecerá uma reunião entre a UFG e representantes da Universidade Católica de Eichstät para discutir as relações de convênio entre estas entidades e propor uma melhoria e expansão do intercâmbio entre Brasil e Alemanha.O seminário ocorre na Sala de Reunião da Reitoria, no Campus II, Samambaia (Prédio da Reitoria) a partir das 8h30.

Agência UFG de Notícias atualizada às 3:35:00 PM

0 comentando aqui



II Congresso de Pesquisa,Ensino e Extensão movimenta Campus II da UFG

Lutiane Portilho - Agência UFG de Notícias

Celene Cunha Monteiro, pró-reitora de Graduação da Universidade Federal de Goiás (Prograd-UFG), disse que a abertura do II Congresso de Pesquisa,Ensino e Extensão (Conpeex) foi realizada dia 3 de outubro no auditório da Escola de Música e Artes Cênicas (Emac) com a conferência “Arte e ciência”, realizada pelo professor Leopoldo Demeis da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).Segundo a pró-reitora o professor Leopoldo Demeis usou como suporte da conferência o filme ‘Ciência com arte’, produção do Departamento de Bioquímica Médica da UFRJ. Alunos das Ciências Biológicas disseram que a conferência trouxe um tema importante e que foi muito bem abordado pelo professor, que usa uma linguagem clara e lógica.

De acordo com a professora Celene, acontecerão outros eventos paralelos ao II Conpeex, como apresentação de trabalhos dos alunos de mestrado e doutorado ;apresentação de trabalhos científicos; o I Seminário de Graduação e II Seminário Prolicen, que acontecerá na forma de palestras e mesas redondas. A palestra “A formação de professores universitários”, que será ministrada pela professora Lea das Graças da Universidade Federal de Santa Catarina(UFSC) no dia 7 de outubro, no auditório do ICB-1, é considerada uma das mais importantes pela pró-reitora. Celene justificou a escolha por se tratar de um fato relevante, como a formação acadêmica dos professores de ensino superior e por ter uma professora de outra universidade.

Além das programações científicas e culturais, o Congresso permite a interação entre a sociedade e os universitários, segundo a professora Celene.

Agência UFG de Notícias atualizada às 11:41:00 AM

0 comentando aqui



Em fim de mandato, reitoria é avaliada pela Assessoria de Comunicação da Universidade Federal de Goiás

Rosemeire Ramalho - Agência UFG de Notícias

A Assessoria de Comunicação (Ascom), da Universidade Federal de Goiás, por meio de seu representante Gilberto Alves Marinho, avaliou o mandato da reitora Milca Severino Cavalcanti, considerando as melhorias sem esquecer as falhas. Segundo ele, os pontos positivos na gestão da reitora são: o crescimento da pós-graduação e, em termos de infra-estrutura, a inauguração da estação de tratamento de esgoto. Antes, havia 12 mestrados e um doutorado não reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC), agora são 38 cursos de pós-graduação (todos reconhecidos pelo MEC), comparou.

De acordo com o assessor a construção da estação de tratamento de esgoto retirou a universidade da lista dos maiores poluidores do Rio Meia-Ponte. Para Gilberto, era um contra-senso a UFG figurar essa lista porque ela possui cursos de pós-graduação na área de meio ambiente.

Questionado a respeito de um ponto negativo da gestão, Gilberto disse que negativo é o que se desejou fazer e não conseguiu. O exemplo citado por ele foi a criação das universidades em Jataí e Catalão que ficou pendente. Segundo sua avaliação os problemas dos Campi do interior são grandes, por isso existe a necessidade de autonomia. Ainda sobre as possíveis falhas, Gilberto afirmou que toda atividade humana é imperfeita e incompleta, ninguém conseguiria realizar 100%.

Agência UFG de Notícias atualizada às 11:34:00 AM

0 comentando aqui



Solidariedade é tema do Congresso Brasileiro de Enfermagem
Felipe Homsi - Agência UFG de Notícias

De acordo com a professora Ivete Barreto, o tema do 57o Congresso Brasileiro de Enfermagem será A Enfermagem na construção de um mundo solidário. O evento ocorrerá de 3 a 7 de novembro no centro de convenções de Goiânia e a cerimônia de abertura será no Goiânia Arena, dia 3, às 19:30 horas.

Segundo ela a temática abrangerá todas as áreas de ação do enfermeiro, da atuação até a formação profissional. A professora disse que uma das vertentes do congresso será o Sistema Único de Saúde, SUS, ou seja, como os profissionais da área podem dar sua contribuição para que o sistema funcione de forma a atender corretamente a população. Ivete, que faz parte da comissão executiva do congresso, falou em entrevista que um dos objetivos do evento será mostrar quais são as contribuições que a enfermagem pode dar para construir uma sociedade diferente e também que o objetivo principal da enfermagem é cuidar do ser humano.

Quanto ao SUS ela declarou que acredita no sistema e que a saída para a resolução dos problemas de saúde no país passa pela consolidação do mesmo. O problema, para ela, não está nas diretrizes do SUS, mas no modo como ele é direcionado e usado pela população.
Ao ser indagada sobre as perspectivas profissionais da ela concluiu que a enfermagem é uma profissão do futuro e uma das mais promissoras para os jovens que quiserem ingressar na área de saúde.

Agência UFG de Notícias atualizada às 11:29:00 AM

1 comentando aqui



Aberto o XIX Encontro de Matemática e Estatística da UFG

Ítalo Ramalho

Foi aberto ontem, oficialmente, o XIX Encontro de Matemática e Estatísca da Universidade Federal de Goiás (UFG). O evento ocorre juntamente com a XX Semana do Instituto de Matemática e Estatística (IME), integrante à programação do II Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão (Conpeex), e tem o objetivo de divulgar esta área do conhecimento, além de apresentar os projetos de pesquisa que estão sendo desenvolvidos.

No decorrer dos três dias de duração dos eventos (5, 6 e 7 de outubro), serão ministradas 16 palestras e 23 mini-cursos,disponíveis para quem se inscreveu previamente. Em homenagem aos 20 anos da Semana IME será descerrada uma placa comemorativa no período da tarde.

Agência UFG de Notícias atualizada às 11:25:00 AM

2 comentando aqui



Jornada Goiana discute temas polêmicos sobre adolescência

Ana Manuela Arantes Costa - Agência UFG de Notícias

O pediatra e coordenador do Núcleo de Estudos e Coordenação para Saúde do Adolescente - Necasa, Roque Gomide, anunciou que a IX Jornada Goiana de Adolescência, a qual ocorrerá no período de 6 a 8 de outubro em Goiânia, discutirá temas que envolvem o culto ao corpo na contemporaneidade, a prostituição infanto-juvenil em Goiás, maternidade na adolescência e outros.

Segundo o coordenador do Necasa, a jornada será voltada principalmente à especialistas e estudantes que se interessam em enriquecer seus conhecimentos sobre a adolescência. O professor Roque Gomide, participante da mesa redonda sobre “o culto ao corpo na contemporaneidade”, ressaltou que esse assunto deve ser relacionado à ética, uma vez que valores são pré-estabelecidos quando há disposição para transformação do corpo. Portanto, é preciso conhecer qual foi a ética utilizada para fazer tal transformação.

Em relação à prostituição infanto-juvenil, o pediatra expôs que no dia 8 de outubro ele apresentará uma pesquisa qualitativa sobre esse tema, já adiantando que é preciso rever o que realmente significa “prostituição”. Esse novo sentido da palavra prostituição, segundo o professor Roque, estaria ligado ao fato da “camuflagem” do sistema capitalista em relação à mulher no mercado de trabalho, ou seja, que a mulher sem opção, vende o corpo para sobreviver.

Para Roque Gomide temas como esses são poucos comentados na sociedade considerada por ele como patriarcal, tendo na IX Jornada Goiana de Adolescência uma ótima oportunidade para discuti-los.

Agência UFG de Notícias atualizada às 11:24:00 AM

0 comentando aqui



Escola de Veterinária da UFG promove cursos
Tainá Borela - Agência UFG de Notícias
O Coordenador do Centro Acadêmico da Escola de Veterinária da Universidade Federal de Goiás, Paulo Freitas, disse que o departamento de Produção Animal da Escola de Veterinária promoverá, durante o mês de outubro e em novembro, cursos de aperfeiçoamento para os alunos da escola e de outras faculdades. Paulo também afirmou que pessoas já formadas e que queiram uma melhor especialização na área podem se inscrever pela internet no site www.vet.ufg.br.

O coordenador enumerou os seguintes cursos: VI curso sobre formação, recuperação e formação de pastagens; curso sobre sistema de engorda de peixe; V curso estação de monta racional (programação e estabelecimento), técnicas para aumentar a eficiência produtiva de rebanho e produção de bezerros; I curso sobre a utilização de resíduos de origem animal, na produção de forragens; V curso sobre produção e manejo de silagens e, por fim, curso prático de avaliação andrológica em bovinos.
Segundo o coordenador os cursos serão ministrados por professores da faculdade e por especialistas das áreas técnicas. O material didático e os instrumentos especializados serão oferecidos durante os cursos.

Agência UFG de Notícias atualizada às 11:00:00 AM

0 comentando aqui



Programa de iniciação científica da UFG tem avaliação positiva

Flaviane Junqueira - Agência UFG de Notícias

A professora Maria Clorinda Soares Fioravante, coordenadora geral de pesquisa da Universidade Federal de Goiás (UFG), disse nesta quarta-feira que o programa de iniciação científica da universidade foi mais uma vez muito bem avaliado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Segundo a professora, a qualidade dos trabalhos e a segurança dos alunos foram elogiadas pelo comitê externo que avaliou o programa. Ela acrescentou que a crítica foi com relação à participação dos orientadores de algumas áreas, que nem sequer compareceram à apresentação dos trabalhos, e lamenta que a universidade de certa forma seja penalizada por isso, já que a participação desses orientadores ficou aquém do desejado.


Agência UFG de Notícias atualizada às 10:59:00 AM

0 comentando aqui



Semana da Nutrição comemora 30 anos da Faculdade

Isaura Carrijo - Agência UFG de Notícias

Em entrevista concedida à Agência UFG de Notícias, a professora da Faculdade de Nutrição da Universidade Federal de Goiás, Maria Luiza Stringhini explicou que a I Semana da Fanut não terá uma organização muito diferente das jornadas já promovidas pela Faculdade.

A novidade para esse ano, disse a professora, baseia-se na realização de três eventos simultâneos, o Congresso de Pesquisa e Extensão, a Semana da Nutrição e o Aniversário de 30 anos da Fanut. De acordo com a professora, a I Semana irá promover atividades de extensão tais como a Cozinha Experimental que visará a instrução dos pais de crianças diabéticas para o preparo de alimentos livres de açúcar.

Maria Luiza acrescentou ainda que além de palestras promovidas na abertura do evento, a Semana envolverá os calouros da Fanut com um concurso de receitas rápidas e nutritivas. O objetivo do concurso enfatizou a professora, é de estimular os alunos a desenvolverem a prática aplicando as teorias do curso no seu dia a dia de maneira simples e saudável.

Agência UFG de Notícias atualizada às 10:53:00 AM

0 comentando aqui



Aulas de esporte para a comunidade estão paralisadas pela greve
Aline Mil Homens - Agência UFG de Notícias
O secretário da Faculdade de Educação Física (FEF) da Universidade Federal de Goiás, Edson Luis Carvalho, afirmou que as aulas de natação e hidroginástica destinadas à comunidade estão suspensas por tempo indeterminado. Edson explicou que, até o fim da greve dos servidores da Universidade, as aulas não poderão ser ministradas.
O secretário disse que o motivo principal da paralisação não é a limpeza das piscinas, já que esta já está sendo feita pela própria FEF, mas sim o atendimento dos alunos que é prejudicado pela falta de servidores. Edson também explicou que, por enquanto, somente as aulas ministradas nas piscinas estão suspensas e outras aulas como a dança de salão e ginástica localizada continuam normalmente.

Agência UFG de Notícias atualizada às 10:53:00 AM

0 comentando aqui



Pesquisa sobre pneumococos tenta trazer para o Brasil vacina de maior eficácia

Marina Morena - Agência UFG de Notícias

A professora do Departamento de Saúde Coletiva do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública da Universidade Federal de Goiás (IPTSP – UFG), Ana Lúcia Sampaio Sgambatti de Andrade, está realizando uma pesquisa sobre os agentes etiológicos infecciosos causadores de doenças como a meningite, a pneumonia e outras invasivas na infância, os pneumococos.
Ana Lúcia, que trabalhou como assessora em pesquisa na Organização Pan-Amaricana de Saúde em Washington, Estados Unidos, objetiva em sua pesquisa a implantação de uma nova vacina já circulante nos Estados Unidos e mais eficiente que a circulante no Brasil, a qual possui maior eficácia na proteção contra as doenças causadas por pneumococos. Segundo ela, a vacina antiga, constituída por polissacáride (macromolécula originada de carboidrato), combate apenas 23 sorotipos (subtipo da bactéria identificada somente por meio de técnicas sorológicas), enquanto que a atual, constituída por proteína, tem uma abrangência muito maior no combate dos sorotipos.

Depois de feito um trabalho em 70 creches de Goiânia, onde foram coletados materiais de 400 crianças, a equipe de pesquisa obteve um resultado surpreendente: 70% dos analisados obtiveram um resultado de confirmação quanto à colonização das bactérias nas nasofaringes. Segundo a médica e doutora pela USP, as nasofaringes são as portas de entrada dos agentes e são as crianças as maiores responsáveis pela distribuição dos mesmos para o resto da sociedade. Isto se deve ao grande uso indevido de antibióticos, o que resulta na seleção de bactérias cada vez mais resistentes e, conseqüentemente, na ineficiência dos antibióticos já existentes.

A professora faz previsão de um verdadeiro impacto na área de saúde, principalmente no que se diz respeito às doenças infecciosas na cidade de Goiânia.

Agência UFG de Notícias atualizada às 10:45:00 AM

1 comentando aqui



Hospital das Clínicas elege nova diretoria em novembro

Leandro Prado - Agência UFG de Notícias

Segundo o Diretor Geral do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (HC-UFG) e candidato à reeleição, José Abel Ximenes, a escolha do novo representante geral do HC ocorrerá, no dia 8 do próximo mês, por meio de um processo eleitoral que envolve alunos e funcionários.
Ximenes esclareceu que a Direção Geral do Hospital das Clínicas é nomeada somente depois que, indicado o candidato eleito pela comunidade do HC, houver uma aprovação por parte da Reitoria da UFG. “Ainda assim, a eleição para a escolha do Diretor Geral é importante. Pois possibilita, a todos os envolvidos, um comprometimento e envolvimento maior com as discussões e propostas ligadas ao hospital”, justificou o candidato à reeleição.
O atual Diretor afirmou que, independente de quem presidir a diretoria nos próximos quatros anos de mandato, terá que promover a melhoria das condições de trabalho dos funcionários e ampliar a captação de recursos financeiros. “Para que esses objetivos se concretizem, será necessário que o candidato eleito desenvolva uma política de comunicação voltada para o hospital e de gerenciamento conjunto com a comunidade do HC e sociedade”, acrescentou José Abel Ximenes.



Agência UFG de Notícias atualizada às 10:38:00 AM

0 comentando aqui



Ausência de cadastro impede estudantes de se inscreverem para fiscalizar vestibular da UFG
Viviane Sales Martins - Agência UFG de Notícias

Segundo Denílson Perereira Rosa, estudante do curso de Artes Visuais, com habilitação em Design de Moda e morador da casa de estudante universitário (CEU) III, o prazo das inscrições para ser fiscal de prova do vestibular 2006 da Universidade Federal de Goiás (UFG) terminou no último dia 05 e muitos moradores das casas de estudantes não conseguiram fazer suas inscrições.
Denílson afirmou que as dificuldades encontradas pelos moradores das Ceus, inclusive ele que não conseguiu se inscrever, ocorreram pelo fato de que muitos cursos da UFG ainda encontram-se no regime anual e por isso esses estudantes não estão cadastrados no serviço on line, não tendo também o web aluno.

Denílson esclareceu que para ser considerado estudante da universidade, o indivíduo precisa estar cadastrado via internet, quando isso não ocorre, ele sentencia que o estudante não existe para a universidade, existe apenas para o departamento do seu curso. O estudante de Design de Moda citou a atual greve promovida pelos servidores técnico-administrativos da UFG como uma agravante nesse processo, já que, segundo ele, a maioria dos cursos não têm uma equipe de funcionários que auxilie os estudantes a se inserirem no cadastro universitário e concluírem suas inscrições.

Denílson lembrou que os moradores das Ceus que conseguiram se inscrever para a vaga de fiscal de prova são estudantes que entraram recentemente na universidade e têm seus cursos já enquadrados no regime semestral. Ele menciona que é uma reivindicação antiga dos moradores de casas trabalhar como fiscais nos vestibulares e outros concursos que a universidade promove. Denílson argumentou que essa é uma maneira da universidade dar subsídios aos estudantes de baixa renda, muitas vezes sem bolsas e sem trabalho, de uma forma não assistencialista e sim de estímulo à obtenção de renda financeira por parte dos moradores das Ceus.

Agência UFG de Notícias atualizada às 10:33:00 AM

0 comentando aqui



Alunos continuarão sem acesso à Biblioteca da UFG

Lílian Fernandes - Agência UFG de Notícias

A diretora da Biblioteca Central da Universidade Federal de Goiás, Valéria Maria Soledade de Almeida, afirmou que nada pode ser feito para atender a demanda de alunos que precisam ter acesso ao acervo da biblioteca, mesmo que seja para elaboração de monografias.

Valéria explicou que abrir precedentes para esses alunos seria ir contra a decisão coletiva do Sindicato dos Trabalhadores (SINT-UFG), que deflagrou greve no dia 17 de agosto. A diretora disse que agir contra a decisão dos servidores técnico-administrativos e abrir exceção para os casos mais urgentes significaria ter de disponibilizar o acervo da biblioteca para toda a comunidade acadêmica, pois “a biblioteca é um lugar democrático. Se abríssemos exceção para um, teríamos de abrir para todos e isso não é possível”.

Na assembléia do último dia 30, os servidores técnico-administrativos decidiram pela continuidade da paralisação por tempo indeterminado. Diante da decisão, a diretora descartou a elaboração de qualquer alternativa para beneficiar os alunos que têm urgência de obter empréstimos ou qualquer outro serviço da biblioteca, pois, segundo Valéria, qualquer medida seria uma forma de “furar” a greve.

Agência UFG de Notícias atualizada às 10:29:00 AM

0 comentando aqui



UFG Net lança projeto de integração entre instituições de ensino superior

Larissa Bittar - Agência UFG de Notícias

O coordenador da UFG Net, Benedito Fonseca Maia, afirmou que será lançado no próximo dia 10 um projeto que visa interligar via internet várias instituições de ensino público e privado. Segundo Benedito o projeto intitulado de Redecomep é uma iniciativa do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e é coordenado pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). O objetivo, informou o coordenador, é implementar uma rede de alta velocidade na região metropolitana de Goiás que permitirá maior comunicação entre as instituições goianas voltadas para a educação superior e a pesquisa.

Benedito relatou que o modelo adotado baseia-se na implantação de uma infra- estrutura de fibras ópticas própria que facilitará a formação de consórcios entre as instituições participantes. De acordo com Benedito projetos de telemedicina envolvendo a rede hospitalar goianiense e aulas por tele-conferência, nas quais alunos de diferentes instituições poderão compartilhar conjuntamente de disciplinas ministradas em tempo real, são alguns dos benefícios que o Redecomep oferecerá.

Benedito anunciou que o Redecomep pode se efetivar nas 26 capitais brasileiras, e já foi lançado em Curitiba com adesão de universidades federais, estaduais e particulares. O coordenador enumerou algumas instituições goianas que já assinaram o protocolo de intenções, confirmando interesse no projeto, como Faculdade Alves Faria (Alfa), Universidade Católica de Goiás (UCG), Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet) e Universidade Federal de Goiás (UFG). O MCT, revelou Benedito, irá custear o projeto para os órgãos públicos e as faculdades particulares farão um investimento próprio. A UFG que, segundo o coordenador, já desenvolve o projeto desde o mês de maio, será sede do evento e contará com a presença de autoridades políticas no lançamento do Redecomep em Goiás.

Agência UFG de Notícias atualizada às 10:26:00 AM

0 comentando aqui



Programa de assistência ao idoso facilita parceria entre UFG e Conselho Estadual do Idoso

Vinícius Tondolo - Agência UFG de Notícias

A pró-reitora de Assuntos da Comunidade Universitária (Procom), professora Ivete Barreto, informou que a UFG e o Conselho Estadual do Idoso (CEI-GO) possuem uma parceria devido ao programa de assistência às necessidades da idade madura (Pranim) que é oferecido pela universidade aos funcionários ativos e aposentados com mais de 40 anos.

Ivete, que é também conselheira do CEI, citou que está em curso um estudo para registrar a história deste órgão estadual feito pela professora Cristina do curso de Historia da UFG.Segundo a professora Ivete a previsão de entrega deste trabalho é para o inicio de novembro.

O Pranim, segundo a pró-reitora, busca resgatar a auto-estima, além de desenvolver o aprendizado, preparando para o processo de envelhecimento e aposentadoria. Para ela o importante é demonstrar para eles, que a qualquer momento da vida se pode aprender. Ivete complementou que as oficinas oferecidas possuem uma média de 15 a 20 vagas, podendo se inscrever a qualquer momento do ano. Ela ainda disse que há entrega de certificados e todos os interessados devem procurar Daisy, Domingo ou Luzia no telefone 3209-6232 para realizar a inscrição e saber quais oficinas a ser ofertadas. Atualmente as oficinas em curso são: Confecção de Embalagens, Composição de mesa de frios, pintura em gesso, velas em gel, escultura em legumes e mesa de frios e pintura em tela.

A professora divulgou que todos os trabalhos feitos no Pranim serão expostos no dia 14 de dezembro, quando será comemorado o aniversário da UFG.

Agência UFG de Notícias atualizada às 10:21:00 AM

0 comentando aqui



Faculdade de Farmácia divulga projetos de extensão

Ana Paula Vieira - Agência UFG de Notícias

A professora Dra. Clévia Ferreira Duarte Garrote, diretora da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal de Goiás, falou sobre a participação da sua unidade no Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão. Segundo ela, o Conpeex é um grande congresso no qual a universidade procura transmitir à sociedade, tudo o que a instituição produz. Clévia informou que todos os trabalhos científicos e projetos de extensão serão expostos, além de palestras transmitindo conhecimentos aos acadêmicos de farmácia e aos alunos do Ensino Médio também convocados para visitarem a universidade nessa semana.
Especificamente sobre a Faculdade de Farmácia, a professora Clévia falou da importância dos serviços oferecidos e do momento de divulgação e apresentação destes trabalhos para a sociedade. A professora explicou ainda que a Farmácia-Escola, o Laboratório Rômulo Rocha, o Laboratório de Controle de Qualidade de Medicamentos e o Laboratório de Controle de Qualidade de Alimentos são projetos de extensão e ao mesmo tempo de ensino, beneficiando os acadêmicos que fazem o estágio obrigatório do curso e a sociedade atendida nesses serviços.
Clévia declarou que atualmente o Laboratório Rômulo Rocha, que funciona na Faculdade de Farmácia, atende em média 80 pacientes por dia, tudo feito pelo SUS ou pelo Ipasgo. Os próprios alunos, de acordo com a professora, fazem o atendimento sob a rigorosa orientação de docentes e servidores de ensino superior e a supervisão é muito rígida devido ao comprometimento da instituição em apresentar um resultado fiel.
No caso da Faculdade de Farmácia, a participação da comunidade nos projetos desenvolvidos é significativa, relatou Clévia. A professora concluiu que a procura pelos serviços é muito boa, pois não é um número muito exagerado, que dificultaria o atendimento aos alunos, nem um número pequeno, garantindo assim uma boa rotatividade de pacientes.

Agência UFG de Notícias atualizada às 10:16:00 AM

1 comentando aqui



Faculdade de Direito promove debate sobre Norberto Bobbio

Carolina Pessoni - Agência UFG de Notícias

O coordenador do Centro Acadêmico XI de Maio (Caxim), Victor Aguiar Jardim de Amorim, informou que a Faculdade de Direito da UFG promoverá no dia 18 de outubro o debate "O legado de Norberto Bobbio", às 9h30min, no Salão Nobre da Faculdade.

Victor informou também que participarão do debate os professores Arnaldo Bastos Santos Neto, da UFG, e Renato Gomes Vieira, da Universidade Salgado de Oliveira, e que o mediador será o professor Wladimyr Vinícius Camargos, da UFG. O coordenador afirmou que o debate será promovido devido ao aniversário de nascimento do filósofo político (18 de outubro de 1909) que foi professor universitário e jornalista, além de professor emérito de Direito e Política em Turim, na Itália, onde nasceu e morreu.

Victor disse ainda que o debate é de grande importância pois Norberto Bobbio se tornou o pensador italiano mais importante do mundo nos últimos anos, um filósofo da democracia e um insuperável combatente a favor dos direitos humanos.

Agência UFG de Notícias atualizada às 9:54:00 AM

0 comentando aqui



Professores fazem assembléia para analisar proposta do MEC

Daniela Rodrigues - Agência UFG de Notícias

O presidente da Associação dos docentes da UFG – Adufg, Romualdo Pessoa, anunciou que a diretoria da entidade fará uma reunião para analisar a proposta salarial do Ministério da Educação. O professor informou que a Adufg está convocando a categoria para assembléia extraordinária a ser realizada no dia 13, a partir das 15 horas, no auditório da Faculdade de Educação, localizada na Praça Universitária.

De acordo com Romualdo, o MEC recebeu, no dia 30 de setembro, os docentes em campanha salarial e propôs à categoria reajuste de 50% no incentivo, o que corresponde a um aumento que varia de 5% a 10% no total do salário. O presidente disse também que essa medida se estende a todos os professores, mas que irá vigorar apenas a partir de janeiro de 2006; e completou que para os docentes que possuem somente a graduação, o MEC criou a classe de professor associado. “Quando o docente chega a adjunto quatro, ou seja, quando já se encontra em final de carreira, ele passa a ter direito a 10% de reajuste salarial”, explicou Romualdo.

O presidente da Adufg confirmou a manutenção do indicativo de greve sem data marcada, aprovado na última assembléia. Além disso, Romualdo Pessoa avaliou a paralisação feita no dia 28 de setembro. Segundo ele, a mobilização foi bastante proveitosa e até superou as expectativas, uma vez que os professores atenderam bem ao chamado do sindicato.

O professor lembrou que as principais reivindicações da categoria são reajuste imediato de 18%, criação de um calendário de reposição das perdas entre 1995 e 2004 e incorporação da Gratificação de estímulo à Docência aos salários; e explicou que tudo vai depender do posicionamento dos docentes na próxima assembléia e do andamento das negociações com o Ministério da Educação.

Agência UFG de Notícias atualizada às 9:47:00 AM

0 comentando aqui



Sistema de Bibliotecas da Universidade Federal de Goiás solicita listas de novas aquisições de livros


Kamyla Maia - Agência UFG de Notícias


A diretora do Sistema de Bibliotecas da Universidade Federal de Goiás, Valéria Maria Soledade de Almeida, enviou correspondência aos representantes da Faculdade de Comunicação e Biblioteconomia no Conselho de Bibliotecas, professores José Vanderley Gouveia e Lisbeth Oliveira, convidando os professores da unidade a apresentarem sugestões de compra de livros para 2006. As listas devem ser encaminhadas ao Laboratório de Biblioteconomia até o próximo dia 14, prazo estipulado junto ao Sistema de Bibliotecas e à Pró-Reitoria de Administração e Finanças (Proad).


Os relatórios dos livros adquiridos no processo de 2003 e 2004 encontram-se na página da biblioteca para auxiliar na construção da nova lista e para divulgar as aquisições à comunidade universitária. A verba prevista é de 400 mil reais para a compra, que será facilitada com as listas contendo o valor aproximado de cada item e a quantidade de exemplares a serem adquiridos.

Agência UFG de Notícias atualizada às 9:40:00 AM

0 comentando aqui



Aberta a XVI Semana da Faculdade de Farmácia

Ana Flávia Teixeira – Agência UFG de Notícias

A XVI Semana Científica Farmacêutica (XVI SCF) começou ontem, 5 de outubro, no prédio da Faculdade de Farmácia (FF) da Universidade Federal de Goiás (UFG), e estende-se até o dia 8. O evento tem como tema “O papel social do profissional farmacêutico” e oferecerá aos participantes palestras, mini-cursos, mesas redondas e apresentação de trabalhos científicos.

Segundo o professor Luiz Carlos da Cunha, 280 pessoas se inscreveram para a semana e a maioria dos inscritos é composta por profissionais da área farmacêutica e estudantes. “O público alvo são os alunos da UFG e de outras universidades que estejam interessados e profissionais. Tivemos este ano uma boa procura de profissionais farmacêuticos que vêm assistir uma palestra ou mini-curso como uma forma de atualização”.

A XVI Semana Científica Farmacêutica tem como meta a discussão acadêmica, técnica e científica na área farmacêutica. O evento está inserido na programação do II Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão (Conpeex) que busca a integração da comunidade científica para a troca de experiências em pesquisas e ensino.




Agência UFG de Notícias atualizada às 9:34:00 AM

0 comentando aqui



Alunos de Biblioteconomia da UFG promovem evento cultural

Kamyla Maia - Agência UFG de Notícias

A professora do curso de Biblioteconomia da Universidade Federal de Goiás (UFG), Luciana Cândida da Silva, relatou que os alunos do 3° ano realizaram no último dia 30 o evento “Atividades Culturais em Bibliotecas”, que contou com palestras, apresentação musical com a Banda Habitat e contação de estórias. A turma foi dividida em grupos e teve que organizar todo o evento, escolhendo e entrando em contato com as atrações, afirmou ela. Luciana relatou que seu papel foi o de coordenar, com a colaboração de outros professores, e de dar suporte teórico em sala de aula.

Segundo ela esse projeto é uma avaliação da matéria Serviço de Referência, da qual faz parte o Marketing Cultural, que visa a promoção da biblioteca com a realização de atividades culturais e artísticas, atraindo o leitor não apenas pelos livros. A proposta do projeto era levar o aluno para a realidade do mercado de trabalho, para que além de ler e conhecer como são feitas as atividades, ele pudesse planejá-las e executá-las, sabendo das dificuldades, explicou a professora.

Quanto às atrações a professora expôs que um dos grupos deu continuidade ao trabalho feito no 1° semestre para avaliar a satisfação dos usuários de diferentes unidades de informação e manteve o objetivo de divulgar os serviços da Biblioteca Braile por meio de uma palestra sobre o tema. Ela expôs também que outro grupo apresentou a palestra da professora da Faculdade de Letras, Maria Zaíra Turchi, que salientou a importância do bibliotecário como incentivador da leitura.

Luciana avaliou de forma positiva o evento, que teve erros e acertos, mas foi muito importante não só para os estudantes de Biblioteconomia como também para os usuários de bibliotecas.

Agência UFG de Notícias atualizada às 9:31:00 AM

1 comentando aqui



Encontro de Tecnologia e Informática supera expectativas

Caio Henrique – Agência UFG de Notícias


O Encontro de Tecnologia e Informática (ETI) 2005, realizado pelo Instituto de Informática (INF) da Universidade Federal de Goiás (UFG), começou nesta quarta, dia 5, no próprio INF, localizado no Campus Samambaia, e já superou as expectativas dos organizadores, principalmente quanto ao número de inscritos.

De acordo com o organizador do evento, o professor e pós-doutor pela Universidade de Sidney, na Austrália, Hugo Alexandre Dantas do Nascimento, foram abertas 250 vagas para o evento, um número bem maior do que a expectativa. A organização esperava uma média 120 inscritos. No entanto, segundo Lenice Miranda Alves, da comissão organizadora, afirmou que entre alunos e profissionais foram cadastrados 283 participantes, oriundos os da própria UFG, de várias unidades da Universidade Estadual de Goiás (UEG), da Universidade Católica de Goiás (UCG), da Comunidade Tecnológica de Goiás (COMTEC) e até de Gurupi (TO). A cidade tocantinense trouxe 45 pessoas para participar do evento.

Divulgação e atualização
Existente há vários anos, o ETI, “considerado o maior evento da área no estado de Goiás”, como afirmou Hugo Alexandre, sempre foi uma ferramenta importante na divulgação de novas tecnologias, e nesse ano não está sendo diferente. As principais atividades do evento são as conferências que tratam de inovações tecnológicas, como a televisão digital, tema da primeira conferência de ontem, 5 de outubro, que começou pouco antes das nove da manhã e teve como expositor o professor e doutor Guido Lemos de Souza Filho, da Universidade Federal da Paraíba(UFPB).

A lista de expositores de outros estados ainda inclui palestrantes como o professor doutor Márcio Eduardo Delamaro, da Universidade de Marília (UNIVEM), e o professor doutor Alejandro César Frery, da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Os três são os mesmos palestrantes da Sociedade Brasileira de Computação.

Apesar de trazer em sua grade de programação seis mini-cursos de caráter técnico, seis palestras e uma mesa redonda sobre software livre, campo promissor para os profissionais da área, o interesse maior dos alunos parece estar focado mesmo nas novidades. Como disse o aluno, Leonardo Mayr, do segundo período de graduação em Ciências da Computação pela UFG, e que nunca tinha participado de um evento do tipo, Leonardo Mayr: “O interessante do evento é que ele cobre essas tecnologias mais recentes, vou ficar por dentro de tudo”. O ETI segue até sexta-feira e possui um stand na sede do Conpeex, onde alunos do INF estão distribuindo uma “remasterização” desenvolvida por eles do Linux. Ao todo serão distribuídos cerca de 250 CD’s.

Agência UFG de Notícias atualizada às 9:28:00 AM

0 comentando aqui



Integrantes de mesa redonda aprovam reforma universitária

Felipe Cândido – Agência UFG de Notícias

O I Seminário da Graduação e II Seminário PROLICEN foi realizado ontem, 5 de outubro, no Anfiteatro do Instituto de Ciências Biológicas I (ICB-I), localizado no Campus Samambaia da Universidade Federal de Goiás (UFG).O debate foi feito no formato de mesa redonda presidida por três professores: Ana Maria Iório Dias da Universidade Federal do Ceará (UFC), Fernando Pereira do Santos da Universidade Federal de Goiás (UFG) e Erasto Fortes Mendonça da Universidade de Brasília (UNB).

O tema discutido foi reforma do ensino superior. Segundo a professora Ana Maria,a reforma universitária, traduzida não apenas como uma mudança, é consenso. “Ela é necessária porque a universidade não faz papel que deveria ser desempenhada. A universidade precisa ser a vanguarda da sociedade”, destacou.
Ana Maria também segue os princípios da Formação da Graduação (ForGrad). Ela afirma que a educação superior é um bem público, a gestão das instituições de ensino superior deve ter caráter democrático e a função do ensino superior é a de produzir, socializar e divulgar conhecimento.

Os professores Erasto Fortes seguiu a mesma linha de raciocínio. Eles consideram que há uma contradição ao nomear que a educação básica por definição é para todos, mas não universal.

Falsa expansão
Segundo o professor Erasto Fortes, não houve uma expansão do ensino superior nos últimos 10 anos. Ele afirma que quando essa expansão é efetiva, busca claramente satisfazer o interesse político. Erasto cita o exemplo da nova universidade criada no triângulo mineiro, aberta em 2004 em Uberaba. Para ele, fica clara a manipulação política, devido a proximidade da Universidade de Uberlândia (UFU), que precisa de grandes manutenções e verbas. Hoje, das 8h30 às 10h30, a programação continua com a palestra “O sentido político e pedagógico da pesquisa na formação de professores” presidida pelo professor Eduardo Terrazam.

Agência UFG de Notícias atualizada às 9:17:00 AM

0 comentando aqui



Seminário de Pesquisa e Pós-Graduação discute política de expansão e descentralização

Marília Almeida – Agência UFG de Notícias


Começou ontem, 5 de outubro, o II Seminário de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal de Goiás (UFG), realizado no auditório da Biblioteca Central no Campus Samambaia. O seminário faz parte da programação do II Congresso de Esino, Pesquisa e Extensão (Conpeex), que começou nesta segunda-feira. A primeira palestra teve início às 9h20, com quase uma hora de atraso, e abordou como o tema "Política de Expansão e Descentralização das Competências de Pesquisa no Brasil". O palestrante foi Carlos Alberto Pittaluga Niederauer, da área de engenharia do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Na palestra destinada principalmente a docentes de pós-graduação e alunos de mestrado, Carlos Alberto Pittaluga procurou mostrar os principais projetos do CNPq, que segundo ele “busca investir na formação e absorção de recursos humanos qualificados e ainda incentivar a pesquisa por meio de projetos de financiamento”. Pittaluga apontou também os desafios do governo atual para popularizar a ciência, ampliar o setor produtivo do mercado de trabalho e promover o desenvolvimento regional de ciência e tecnologia. A proposta de reedição do programa “Casadinho” do CNPq trouxe entusiasmo à platéia, já que sua última edição foi além de estratégica, muito bem sucedida.


Elogios à UFG

A Universidade Federal de Goiás recebeu elogios durante a palestra. O palestrante comentou sobre os programas de iniciação científica da universidade e apontou para a importância desses projetos e da pós-graduação para a admissão no mercado de trabalho. Pittaluga também destacou o crescimento da universidade desde sua última visita, em 1994. Ele acredita possuir grande responsabilidade em garantir profissionais qualificados até mesmo para uma nova universidade, como a UEG, que tem apenas seis anos de existência, mas é de grande importância para o estado.

Após vinte minutos de palestra, o espaço foi aberto para perguntas dos mais de 50 expectadores presentes. O palestrante foi questionado sobre a importância na manutenção de laboratórios de instituições de pesquisa e ensino, pois há um grande gasto com a compra de novos equipamentos e não na manutenção destes. Os presentes também questionaram sobre a falta de recursos das universidades para investir em pesquisas e laboratórios e a ausência de interesse do setor privado em investir neste campo.

A palestra terminou às dez horas dando continuidade aos trabalhos de iniciação científica. Hoje, a programação começa às 8h30 com a palestra “Discussões e Contribuições da UFG e Embrapa” para as áreas de Saúde, Ciência Sociais, Lingüísticas e Artes.

Agência UFG de Notícias atualizada às 9:10:00 AM

0 comentando aqui



Governo Federal retira proposta encaminhada aos servidores e permanece a greve na UFG

Paulo Henrique - Agência UFG de Notícias

O Coordenador do Comando local de greve do Sindicato dos Servidores Técnicos - administrativos da Universidade Federal de Goiás (SINT-UFG) , João Pires Junior, afirmou que apesar do indicativo de greve dos servidores da UFG ter sido suspenso, a greve está mantida. Segundo ele, a maioria das 41 entidades públicas optaram pela continuidade da parasilação, por não entender que havia consistência na proposta apresentada pelo governo federal. Em resposta, o Ministério da Educação e Cultura (MEC) retirou a proposta encaminhada, encerrando as negociações.

João Pires explicou que mesmo tendo encerrado o prazo para fazer as emendas na Lei Orçamentária do próximo ano, ainda há possibilidades de apresentar emendas via-parlamentar. De acordo com ele, o SINT-UFG tem encontrado apoio na Câmara Municipal de Goiânia, Assembléia Legislativa, mas principalmente dos deputados federais Rubens Otoni, Neide Aparecida e Raquel Teixeira.

Para o coordenador, a avaliação da paralisação para o Comando local de greve é bastante positiva. João Pires, servidor há 24 anos, afirmou que a coesão entre os servidores do SINT-UFG é muito grande. As assembléias têm grande participação dos servidores e os posicionamentos estão sendo unificados, concluiu.

De acordo com João Pires, a manutenção das atividades dos docentes criam dificuldades para a greve dos servidores, porém, não a invibialisa. O sindicalista afirmou que o SINT-UFG respeita a decisão dos professores e compreende que o movimento dos docentes é justo. Ele lembrou ainda, que tem sido freqüente as atividades dos professores no sentido de pressionar o governo, para atender suas reivindicações.

Sobre as perspectivas para as próximas negociações, João Pires afirmou que o Comando local de greve aguarda uma reunião com o MEC para dar um desfecho para o movimento que completou 50 dias. Enquanto isso, a greve está mantida.

Agência UFG de Notícias atualizada às 9:03:00 AM

0 comentando aqui



Mesa redonda discute o futuro da televisão no Brasil

Pedro Henrique Mota – Agência UFG de Notícias

Foi realizado no último dia 5, no auditório da Biblioteca Central da Universidade Federal de Goiás (UFG), uma mesa redonda com o tema “Telecomunicação e Sociedade”. O evento integra a grade de programação do II Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão (Conpexx) e foi dividido em três momentos, cada um apresentado por um palestrante diferente.

O professor Guido Lemos, da Universidade Federal da Paraíba, iniciou a discussão com o tema “Televisão digital: tecnologias, padrões e oportunidades no Brasil”. Durante uma, das duas horas destinadas ao evento, o professor prendeu a atenção do público ao apresentar as possibilidades da televisão digital.

Novas tecnologias
Dando prosseguimento a discussão proposta, o professor Nilton José dos Reis, da Faculdade de Comunicação e Bibliotecomia (Facomb) da UFG tentou tratar o tema das novas tecnologias inseridas nos movimentos sociais. Durante alguns minutos o professor Nilton defendeu os movimentos sociais sem tratar propriamente da tecnologia.

Já com pouco tempo para a finalização, o professor Leonardo Guedes resumiu sua apresentação a curtas interpretações da Lei Geral de Telecomunicações do Plano Geral de Metas. As apresentações foram bem aceitas pelo público. “Se isso tudo acontecer mesmo, eu posso tirar o computador do quarto e trocar por uma TV”, disse o aluno Felipe Homsi, do curso de Jornalismo, que saiu empolgado com as possíveis novidades que a televisão pode apresentar.

Agência UFG de Notícias atualizada às 9:03:00 AM

0 comentando aqui



Trabalhos, oficinas e palestras marcam a abertura do I Eureka

Vinícius Batista – Agência UFG de notícias

O Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação (CEPAE) realiza esta semana o I Eureka – Ciência e Arte da Escola, evento paralelo ao II Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão (Conpeex) realizado pela Universidade Federal de Goiás (UFG) no Campus Samambaia. O evento que ocorre nos dias 04 e 05 deste mês teve abertura nessa manhã com palestras e apresentações artísticas. Durante à tarde foram exibidos filmes de curta-metragem, painéis, trabalhos científicos, além das oficinas oferecidas aos participantes.

O Eureka, em sua primeira edição, é um projeto que busca articular ensino e pesquisa no processo de aprendizagem dos alunos do CEPAE. Segundo a professora Gene Maria Vieira, presidente da comissão organizadora, o evento é uma oportunidade dos alunos divulgarem, debaterem e trocarem experiências com seus trabalhos produzidos. O público alvo do projeto são os estudantes de ensino fundamental e médio da rede pública e privada de ensino.

Diversificação de assuntos
Drogas, homossexualidade e jornalismo foram alguns dos temas apresentados pelos alunos na forma de pesquisa científica. O estudante Renan Dias, de 13 anos, um dos autores do trabalho sobre produção e apresentação de telejornais, explicou o que aprendeu quando visitou os bastidores do Jornal do Meio-Dia da TV Serra Dourada e disse ter conhecido um cenário diferente do que via em sua casa.

A professora Gene afirmou ainda que essa realização envolve o educando no processo de construção de conhecimento científico, podendo relacionar teoria e prática, ciência e senso comum. “O caráter multidisciplinar e a diversidade de atividades apresentadas no evento promovem a participação dos alunos e professores da escola, além de aproximar e integrar a comunidade ao projeto”, comenta.

Agência UFG de Notícias atualizada às 8:54:00 AM

0 comentando aqui



Artes Visuais dá início ao 14º ANPAP


Mayara Jordana – Agência UFG de Notícias

Teve início ontem, 5 de outubro, a abertura do 14° Encontro Nacional da Associação Nacional de Pesquisas em Artes Plásticas (ANPAP). O evento será realizado até o dia 7 de outubro na Faculdade de Artes Visuais (FAV) da Universidade Federal de Goiás (UFG). O 14° Encontro da ANPAP tem como tema “Cultura Visual e desafios da pesquisa em artes”. A sessão de abertura lotou o Teatro da Escola de Música e Artes Cênicas (EMAC) da UFG.

O professor Cleomar Rocha, presidente em exercício da ANPAP, dedicou o encontro à memória da professora Dulcimira Capisani, que foi presidente da associação, e faleceu no dia 15 de maio de 2005. Cleomar abriu o encontro discutindo a arte como uma cultura pouco valorizada no Brasil e incentivou a socialização das pesquisas na área para o fortalecimento do campo de divulgação científica. A abertura do evento contou com recital do professor da EMAC, Fabiano Chagas, além da participação convidados que tocaram músicas como Fotografia (A.C. Jobim) e Spain (Chick Corea).

Discussão
A mesa redonda de abertura teve como convidadas professoras de diversas universidades brasileiras: Maria Amélia Bulhões (UFRGS), Maria Beatriz Medeiros (UNB), Ana Mae Barbosa (USP), Lílian Amaral (USP). A coordenadora da mesa foi a professora Maria Elízia Borges (UFG). O assunto discutido foi a defesa das artes plásticas como uma área de conhecimento e o financiamento caótico para as artes feito pelo Ministério da Cultura.

Durante a semana do encontro serão apresentadas pesquisas em artes plásticas de pós-graduação e pós-doutorado, diversas mesas redondas com a participação de professores convidados de várias instituições de ensino superior e lançamentos de revistas, livros, jornais e CDs na área de artes plásticas.

Agência UFG de Notícias atualizada às 8:43:00 AM

0 comentando aqui



Centro de Pesquisa aplicada à Educação promove maratona de histórias

Franco Neto - Agência UFG de Notícias

A diretora do Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação (Cepae), Edvânia Braz Teixeira Rodrigues, disse em entrevista à Agência UFG de Notícias que a escola preparou para sexta-feira uma maratona de 12 horas de narração de histórias, em razão do Congresso de Ensino, Pesquisa e Extensão (Conpeex), dessa mesma universidade. A professora confirmou como local de apresentação uma tenda montada no Camus II da UFG.

Segundo Edvânia Braz, o evento, denominado II Maratona Gwaya de Histórias, é literalmente uma maratona em que contadores de história apresentarão, fábulas, causos, contos, seguidamente, das 8 às 20 horas. Ela lembrou que a atividade não tem fins lucrativos e é aberta à participação de pessoas de todas as idades. A diretora ressaltou ainda, que a atividade não é rígida. “Os ouvintes podem sair a qualquer momento”, explicou.

Em relação aos contadores de história, Edvânia revelou a oportunidade de, nesse ano, os inscritos também narrarem contos. Nesse sentido, fez questão de informar que o colégio possui um curso semestral de formação de contadores de história, mas destacou que isso não é um pré-requisito para participar ativamente das narrações.

Ao comentar sobre as atrações da maratona, a diretora prometeu a presença da atriz Benita Prieto e de Celso Sisto. Ambos membros do Grupo Moramdubetá do Rio de Janeiro, também de contadores de história, como esclareceu Edvânia Braz.

A diretora do Cepae, declarou que o objetivo do encontro é contar histórias ao maior número de pessoas possível e assim incentivar a leitura. “A gente acredita, firmemente, que contando histórias, estamos despertando o leitor. Te falo isso com tanta certeza porque nos eventos que participamos contando histórias e que têm editoras expondo livros, você conta um conto e daí vem um sujeito e te chama para dizer que vendeu todos os livros que tinham essa narrativa”, argumenta.

A diretora acredita que o público dessa maratona será maior que o da primeira, cerca de mil pessoas, segundo seus arquivos.

Agência UFG de Notícias atualizada às 8:25:00 AM

0 comentando aqui


Leiaute da Helen Fernanda.